Nos últimos 4 meses fomos pegos de surpresa pelo Covid-19 que causou uma crise econômica a nível mundial. Ainda estamos com recomendações de isolamento social, embora grande parte do comércio já esteja voltado a ativa. O momento agora é de pensar em como a forma de consumir mudou e como posicionar seu negócio frente ao novo mercado.

Muitas empresas decretaram falência e fecharam suas portas. A crise financeira foi rápida e severa e somente aquelas que se adaptaram sobreviveram. Boa parte do problema estava nas próprias empresas, pois não tinham planos para enfrentar uma crise empresarial, não estavam prontos e nem imaginavam algo dessa proporção acontecendo em um ano que prometia melhoras na economia brasileira.

Aos que se adaptaram e passaram por “águas turbulentas”, chegou a hora de fazer um estudo de mercado para se adequar ao que o cliente demanda. A quarentena acabará, assim como a pandemia, mas algumas mudanças e adaptações causadas pelo vírus irão permanecer. Confira alguns pontos que, segundo estudos, continuarão pós-pandemia:

  • Aumento da presença de marcas nas redes sociais;
  • Aumento do consumo de conteúdos e informações online (cursos ead, portais de notícia, redes sociais, lives, vídeos etc.).
  • Público mais predisposto a colocar a mão  na massa, em aprender a fazer por conta própria e experimentar novas formas de utilização de produtos e serviços (O faça você mesmo (DIY) ganhando cada vez mais espaço);
  • Maior consumo online por meio de e-commerce e delivery;
  • Relacionamento com marcas omnichannel (multicanais) online. Intensificação da presença digital das marcas, com atendimento eficiente e efetivo;
  • Maior busca por transparência em todos os sentidos (segurança, cuidados, higiene, condições de fabricação de produtos etc.). As pessoas mais do que nunca querem saber o que estão consumindo e como é feito.
  • Valorização de relacionamentos mais humanizados, transparentes e eficientes com o consumidor, bem como de um pós-venda e programas de fidelização atrativos e eficazes.

Além de esperarem mais do pós-venda, o consumidor pretende estar dentro da produção. Muitos estão revendo a forma de consumo, levando em conta seu impacto no mundo a médio e longo prazo. Aos poucos o consumidor se encaminha para o consumo consciente, com protocolos de saúde e cuidados. Diante de uma maior instabilidade econômica, estão buscando focar no que é verdadeiramente essencial: segurança.

“As pessoas estão dispostas a trocar suas liberdades por segurança”.

(Paul Marsden, psicólogo de consumo da Universidade de Artes de Londres).

As marcas que se reinventarem vão sair na frente!

E não vale apenas para vendas, vale também para funcionários e modelos de trabalho. As marcas que se mostrarem preocupadas com o bem-estar dos funcionários, que priorizarem (e poderem) trabalhar home-office e seguirem todos os cuidados com a saúde, vão se destacar.

Atualmente, os consumidores preferem abraçar marcas que já conhecem, mas as novas empresas também podem se destacar ao entrarem no digital e se aproximarem do seu público, com transparência e segurança.

À medida que os consumidores mudam para adotar novos comportamentos e hábitos, eles se apegam às marcas em que confiam há muito tempo para passar com elas pela crise.

(Meio & Mensagem)

Política de portas abertas: Seja Transparente!

O consumidor despreza enganações e busca marcas que estejam dispostas a uma conversa aberta e próxima. Com tamanha influência do consumidor sobre as marcas, e por consequência da adaptação a novas demandas e pautas, esteja pronto(a) para crises de qualquer esfera, pois essas crises geram impactos e mudanças em todos os stakeholders.

Bons planos de gestão de crise, alinhado com a estratégia e missão da empresa, gera respostas rápidas e eficientes a problemas de contato, fazendo com que seus impactos negativos sejam amenizados, neutralizados ou até mesmo contornados.

Segundo pesquisa feita em março pela empresa de Inteligência de mercado Kantar, mais de 80% dos entrevistados concordam completamente que as marcas devem comunicar seus esforços para enfrentar a pandemia, assim como devem evitar explorar a situação do coronavírus para promover sua imagem.

De acordo com o infográfico da pesquisa online da Kantar com 500 brasileiros de todo o Brasil, foi percebido que a maioria dos consumidores esperam que as marcas sirvam de exemplo. Os brasileiros estão preocupados com as ações internas das companhias, e a maioria dos brasileiros, se preocupa com a saúde dos funcionários e o local de trabalho.

COMO POSICIONAR SUA MARCA E (RE)CONQUISTAR A CONFIANÇA E LEALDADE DO CONSUMIDOR 

Chegou o momento de apostar no marketing e em ferramentas como, por exemplo, pesquisa e inteligência de mercado. Elas vão auxiliar na tomada de decisões e junto com uma boa gestão empresarial, sua marca já está se diferenciando no mercado.

Além dessas ferramentas, existem alguns outros pontos que podem ser explorados para melhorar e chamar o público para o seu negócio:

  • Promessa da marca precisa ser totalmente compatível com a sua entrega. O consumidor está muito mais atento e menos propenso a aceitar deslizes das marcas; 
  • Comunicação útil e de valor – menos publicidade e autopromoção e mais valor agregado. Entregue conteúdos que ensinam o cliente sobre o seu produto/serviço e que agreguem no cotidiano das pessoas;
  • Comunicação transparente, consciente e humanizada – Empatia é a palavra do ano. Nunca se pediu tanto que uma marca se mostrasse empática.
  • Esteja aberto(a) a mudanças necessárias para melhor adequar sua empresa e seus produtos/serviços para o novo cenário. A resiliência é uma das maiores características do bom empreendedor, preparado sempre para tomada de decisões assertivas.

Para saber mais sobre como se preparar para futuras crises, baixe gratuitamente nosso e-book Gestão de crise: planejamento e inovação para superar a crise.

E para fidelizar seu público e garantir a lealdade do seu cliente baixe gratuitamente nosso e-book Satisfação do cliente: Guia para avaliar e fidelizar clientes à sua empresa.

A A.C.E. Consultoria é a melhor aliada para ressignificar sua empresa diante do novo cenário e sair à frente do mercado. A A.C.E. atua de ponta a ponta, do entendimento do mercado à implementação para garantir mudanças efetivas e de grande resultados (inteligência de mercado, customer centricity, planejamento estratégico, mapeamento e gestão de processos). Entre em contato conosco.

Sugestão de leituras complementares da ACE:

Gestão de crises: como cuidar da saúde do seu negócio em tempos difíceis?

https://aceconsultoria.com.br/blog/gestao-de-crises-como-cuidar-da-saude-do-seu-negocio-em-tempos-dificeis/

Novos hábitos e tendências de mercado pós-pandemia: o ano em que o consumo mudou

https://aceconsultoria.com.br/blog/novos-habitos-e-tendencias-de-mercado-pos-pandemia-o-ano-em-que-o-consumo-mudou/

Marketing 4.0 – Relacionamento com o cliente na era digital

https://aceconsultoria.com.br/blog/marketing-4-0-relacionamento-com-o-cliente-na-era-digital/

Ressignifique sua empresa: modelos de negócio digitais são a tendência e o futuro do mercado

https://aceconsultoria.com.br/blog/ressignifique-sua-empresa-modelos-de-negocio-digitais-sao-a-tendencia-e-o-futuro-do-mercado/

Por que investir em customer success no seu negócio?

https://aceconsultoria.com.br/blog/por-que-investir-em-customer-success-no-seu-negocio/

Pesquisa de imagem e satisfação – o melhor aliado para a tomada de decisões

https://blog.aceconsultoria.com.br/pesquisa-de-imagem-e-satisfacao-o-melhor-aliado-para-a-tomada-de-decisoes/

Fale com um consultor

Leia também