A dificuldade em formular projetos criativos é uma dor de cabeça para qualquer gestor. Um dos motivos para os obstáculos encontrados no processo é que a criatividade ainda é um grande tabu para muitos empreendedores. 

A criatividade não é um dom,  mas um processo, ao contrário do conformismo que nos faz dizer que “não somos criativos”. Precisamos do valioso processo de ideações e o “pensar fora da caixa” para construir o nosso resultado de trabalho tão essencial: a solução de problemas.

O que é criatividade?

A criatividade é um ato, um processo que pode ser construído. Não é apenas um talento genético, um dom ou sorte, mas uma competência que deve ser desenvolvida e aprimorada. A autenticidade, criação de bons projetos e inovação podem ser uma cultura para a sua empresa.

Lembre-se: criatividade é diferente de inovação

É difícil conseguir separar esses dois conceitos tão unidos ultimamente, mas são bem diferentes.  

Na criatividade, nosso cérebro formula ideias que fogem dos padrões mais tradicionais. A criatividade pode e deve ser canalizada para transformar a sua empresa.

inovação é menos específica. Atualmente, ela é bastante utilizada atrelada aos processos modernos e tecnológicos. De fato, inovar é criar, propor ou implementar mudanças e melhorias em sistemas existentes. 

Você pode ler mais sobre inovação no nosso artigo. 

A criatividade pode e deve ser praticada!

Existem ferramentas/métodos muito interessantes que auxiliam no ato de ser criativo. Queremos te apresentar alguns:

A leitura

Ler e aprender mais sobre a criatividade vai ajudar a desmistificar e normalizar essa qualidade tão importante na sua vida. Além disso, bons livros trazem conceitos importantes para um empreendedor. Algumas dicas são: 

  • Criatividade S.A. – Ed Catmull e Amy Wallace 

Ed Catmull é um cientista de computação gráfica que foi presidente da Walt Disney Studios e da Pixar. Nesta obra, ele fala sobre lições importantes para implementar uma cultura de criatividade nas empresas. 

  • Grande Magia; Vida criativa sem medo – Elizabeth Gilbert

Elizabeth Gilbert é uma escritora norte-americana mundialmente conhecida por seu best-seller “Comer, Rezar e Amar”. Você provavelmente já ouviu falar ou assistiu o filme homônimo dessa obra.

Em a Grande Magia, a autora apresenta hábitos que estimulam a criatividade, deixando claro que o sucesso criativo não é talento, mas foco e perseverança.

A observação, o questionamento, a insistência e a experimentação

A criatividade é o oposto do comodismo. Esteja atento a todos os processos da sua empresa para que você possa pensar mais facilmente sobre possíveis melhorias a serem implementadas. Quando você nota e questiona, a sua mente vai exercitar uma constante busca de soluções. Em seguida, será a hora de insistir e experimentar: teste o seu protótipo e continue a otimização da ideia.

Ferramentas que podem ser muito úteis

Você conhece o Design Sprint? Baseado na imersão, ideação e prototipagem, o conceito é uma forma muito funcional de sistematizar uma reunião criativa na sua empresa. Se quiser saber mais sobre o Design Sprint, confira o nosso artigo.

Algumas outras dicas de ferramentas para melhoria dos seus fluxos empresariais, como mapeamento de processos e softwares tecnológicos, são apresentadas no nosso artigo. 

Defina o seu processo criativo

O processo criativo é um modo sistematizado de exercer a criatividade, pode parecer contraditório, mas não é. Lembre-se que a criatividade não é um talento, mas um exercício constante. Por isso é tão importante definir um processo criativo pensado idealmente para a sua empresa. 

Reúna o seu time e comece a preparação para o processo criativo

É muito importante ter uma pesquisa aprofundada, até como forma de inspirar a equipe. Ler sobre o tema ajuda a mente a pensar ao redor da ideia central. Para trazer um bom material, você pode precisar de ferramentas e estudos como a pesquisa de imagem e satisfação, o estudo de hábitos e tendências de consumo em 2021, o mapeamento da jornada do seu cliente, a definição do público-alvo e pesquisas econômicas e de mercado.

Deixe que a sua equipe internalize os estudos

O ócio pode ser muito importante para que as ideias surjam. Não pressione o seu time desnecessariamente nem permita que a falta de descanso impeça a criatividade de surgir. Pausas, cafés, conversas e até o trabalho em outros projetos podem ser momentos em que uma boa ideia vai aparecer para um dos seus colaboradores.

A ideia surgiu!

Depois de um profundo estudo e certo esforço mental, a ideia finalmente apareceu. Utilize essa base para construir soluções e prototipar algo concreto. Não deixe que o medo de críticas impeça a criatividade de continuar aflorando. 

Agora é hora de testar e implementar

Teste as novas ideias! Aproveite para mensurar a satisfação dos seus consumidores com cada nova implementação. Não se apresse: mais importante do que uma nova ideia, é uma ideia centralizada nas necessidades do seu cliente. 

Com mais de 3000 projetos entregues em 30 anos de mercado, a A.C.E. Consultoria é líder em inovação, complementada por muita qualificação e experiência. Queremos ajudar a sua empresa em cada passo no caminho da gestão criativa. Conte com os nossos colaboradores especializados para obter os melhores resultados.

Fale com um consultor

Leia também