A demanda constante da era digital é ainda maior nos desafios criados pela pandemia, pois as empresas precisam, por via de regra, criar uma boa presença virtual. É nesse cenário que a ferramenta da Gestão de Inovação torna-se tão essencial para a escalabilidade da marca, principalmente quando o “novo normal” atualizou os modelos de negócio.

Afinal, o que é inovação?

Às vezes pode parecer que só multinacionais podem inovar, com as suas grandes campanhas ou projetos, mas a realidade é que não é necessária uma ação gigantesca para atingir o seu objetivo. O processo não precisa ser caro ou custoso.

Confira alguns modelos de inovação:

  • Inovação Incremental 

Pequenas modificações que serão significativas, objetivando aumentar a eficiência do seu negócio. Como, por exemplo, adicionar uma loja virtual e stories à plataforma do Instagram.

  • Inovação Radical

Essa pode ser uma inovação mais profunda, trazendo novas relações entre o mercado com a sua marca e com os consumidores. A criação dos smartphones, por exemplo, representou uma inovação radical. 

  • Inovação Disruptiva 

Cria uma desestabilização no mercado pela inserção de um novo modelo de negócio, costumeiramente mais prático e barato. Um bom exemplo é a Uber. 

As ramificações:

  • Inovação em produto

Busca oferecer melhorias significativas ao que já está no mercado.

  • Inovação em modelo de negócio

Muda-se a forma de gerir a empresa, criando um modelo de negócio que atenda as necessidades do empreendedor e do público. 

  • Inovação em marketing

Mudanças no design do produto, um reposicionamento no mercado, novas estratégias de comunicação e todas as inovações que estão ligadas ao relacionamento com o cliente. 

  • Inovação em serviços

Oferecer um novo serviço ou implementar melhorias em serviços já existentes, agregando mais valor e trazendo mais fidelização por parte do cliente. 

Para entender mais sobre como aplicar a inovação no seu negócio, confira o nosso artigo.

O que é Gestão de Inovação?

Sabendo que toda marca precisa se diferenciar, é importante um processo definido para que haja organização na hora de criar e implementar as novas ideias. Esse controle é chamado de Gestão da Inovação. Somente inovando de maneira sistemática podemos dizer que a inovação é de fato uma ferramenta utilizada pela nossa marca. Assim, podemos conquistar mais clientes e tornar a nossa solução mais necessária, encantadora e atualizada enquanto reduzimos custos. 

Como aplicar a Gestão de Inovação ao meu negócio?

  • Primeiro passo: Defina o seu foco

O planejamento é o maior amigo das empresas – e, para planejar, é necessário estabelecer um objetivo. 

Foco único – Após refletir sobre qual inovação melhor se aplicará ao seu negócio, você poderá decidir entre definir novos processos ou produtos, ou aprimorar os já existentes. Você precisará delimitar qual é o cenário da sua empresa. 

Multifoco – A sua empresa não precisa ter só um foco: é interessante pensar em novos projetos enquanto melhora os que já existem, mas atenção: para isso é necessário que o seu negócio tenha ajustado e otimizado todos os processos, para que as equipes não sejam sobrecarregadas com as novas demandas.

Agora que o foco de inovação está definido, existem alguns pontos para manter em constante avaliação e integração:

  • Aprendizagem organizacional

Aprendizagem Organizacional é a capacidade de não cometer os mesmos erros do passado a partir da análise do perfil dos seus funcionários, dos clientes e do mercado. Essa é uma base de conhecimento muito importante para uma boa Gestão da Inovação, pois evita que você repita erros do passado e garante mais eficácia nas ideias futuras. 

  • Liderança comprometida com a inovação

Os seus funcionários estarão mais aptos a inovar, quando você incentivar o comportamento inovador. Faça reuniões com a equipe, esteja sempre atento ao que sugerem os seus funcionários, teste modos de gestão de processos, ou resultados, e perceba qual é o melhor modelo para a sua empresa. Aprenda a gerenciar de forma ágil e colaborativa.

  • Cultura de Inovação

A Cultura de Inovação é um comportamento, algo intrínseco ao modo como a sua empresa funciona. Após ser um líder que incentiva novas ideias, será mais fácil construir esse comportamento. Dissemine o ambiente da inovação na sua empresa a partir da comunicação de iniciativas, da reunião para novas ideias, da inspiração a partir da pesquisa do mercado, da valorização das sugestões e do potencial dos seus funcionários. 

  • Marketing para inovação

O Marketing é ponto muito importante para qualquer inovação. A boa gestão de empresas não existe sem uma boa comunicação. Comunicar é engajar, ser inovador, atualizado e encantador. Conte conosco para fazer um bom planejamento de Marketing para a sua empresa.

  • Processos que habilitam a inovação

Como já falamos, a inovação é um processo. No início, temos ideias – no final, elas são projetos que trazem resultados. Por isso, é necessário registrar todos os passos, padronizar as etapas e controlar o máximo de variáveis para que você possa aprimorar sempre cada passo – e para não ser surpreendido por um erro. Esteja sempre atento ao que as métricas falam e pergunte constantemente ao seu consumidor o que ele acha do resultado.

  • Recursos financeiros disponíveis para a inovação

A correta alocação de recursos não pode faltar. Na realidade, quando bem implementada, a inovação é capaz de reduzir custos e trazer mais lucro – é um verdadeiro investimento. 

A Gestão de Inovação é uma medida essencial para a sua empresa. Ter uma consultoria especializada é um ótimo passo para garantir que as soluções ideais sejam implementadas no seu negócio e se manter lucrando e alcançando objetivos em tempos de crise. Conte com a A.C.E. Consultoria para alavancar os seus resultados!

Fale com um consultor

Leia também