A pesquisa de mercado é uma ferramenta que busca a coleta de dados sobre o mercado para posterior análise e planejamento. Sem ela, o gestor pode ficar bastante perdido sobre as decisões a serem tomadas, o comportamento dos seus concorrentes, dos seus clientes e mais. A pesquisa reduz os riscos de tomar decisões erradas.

Mas, claro, para funcionar bem, ela precisa ser feita corretamente.

Fazer uma pesquisa de mercado não é complicado, mas é preciso ser cuidadoso na hora de coletar e analisar os resultados. Então, conheça no nosso post quais são os principais erros e como evitá-los. Boa leitura!

O que é a pesquisa de mercado?

A pesquisa de mercado é um instrumento usado para coletar informações sobre a situação de um mercado, com o intuito de usar esses dados para otimizar a eficiência da empresa. Entender a realidade do mercado facilita que os gestores possam saber quais ações devem tomar no intuito de conseguir bons resultados para o empreendimento.

Os dados podem ser sobre o consumidor (hábitos e comportamentos de consumo, características e etc.), benchmarking (análise dos concorrentes), sobre a economia, fornecedores e mais. As informações podem ser obtidas através de pesquisa feita pela própria empresa ou de forma terceirizada.

O estudo de mercado, portanto, é uma ferramenta essencial para gerir empresas sem estar sujeito a riscos constantes, sendo capaz também de identificar oportunidades. Um gestor sem esse estudo acaba ficando mais vulnerável às intempéries do mercado.

Se quiser entender todos os benefícios dessa ferramenta, confira o nosso artigo sobre o tema.

Os principais erros cometidos ao realizar a pesquisa de mercado

Agora vamos falar sobre os principais erros cometidos ao realizar esse método para te ajudar a ficar bem atento na produção da sua pesquisa:

  • Não ter um objetivo bem definido

A falta de um objetivo bem definido antes de começar a pesquisa é um erro comum, mas extremamente prejudicial. Apesar de a pesquisa de mercado poder ter diversos objetivos, não se deve abarcar todos de uma só vez. Para que seja mais eficiente, o estudo deve ter um foco delimitado.

Então, delimite o foco a partir da necessidade real da empresa, das dúvidas da gestão sobre o mercado em questão. Deixe bem claro esse objetivo para os colaboradores envolvidos. 

  • Usar uma linguagem inadequada

Tanto no questionário que será usado na pesquisa e enviado aos clientes quanto na hora de registrar os dados, tenha cuidado com a linguagem. Ela não deve ser técnica, formal demais ou informal demais, deve transmitir exatamente o necessário. Se coloque no lugar de quem vai ler ou responder ao conteúdo.

  • Não definir a metodologia e abordagem que serão utilizadas

Após ter um objetivo definido, é preciso escolher uma metodologia a ser usada. Pode ser qualitativa ou quantitativa:

Qualitativa – As informações são coletadas através de opiniões, experiências e respostas abertas ou textos dissertativos.

Quantitativa – Os dados são estatísticos ou indicadores numéricos. É composta de respostas fechadas, por isso é mais ágil. 

É claro, também é possível combinar as duas metodologias. O interessante é que o método supra a sua necessidade para essa pesquisa e seja a melhor abordagem para o seu público. Depois, é possível cruzar dados, comparar insights e interpretar as respostas.

  • Desconhecer o público-alvo

Agora que você já tem o seu objetivo e a sua metodologia, quem você vai entrevistar para conseguir as informações? É essencial saber qual público importa para você, pois a pesquisa precisa ser bem direcionada. Os resultados não serão relevantes se os consumidores certos não forem entrevistados.

Então, saiba quem é seu cliente ideal, a faixa etária, estilo de vida, classe econômica, dores, problemas, necessidades… E tudo o que for relevante para a sua pesquisa. Assim, vai ser mais fácil entrevistá-los, obter as informações certas e usar essas informações para engajar e fidelizar.

  • Ter um questionário inapropriado para a situação

O seu questionário precisa ser muito bem pensado, construído com uma equipe escolhida por você para compor a Pesquisa de Mercado. As perguntas devem ser simples, facilmente compreendidas, diretas e imparciais. Elas precisam tentar compreender como o cliente se sente em relação à sua marca.

Tenha cuidado para não ofender consumidores, não induzir respostas, não construir um questionário longo demais ou ainda cometer erros gramaticais. Os seus colaboradores devem selecionar bem cada pergunta.

Gostou das nossas dicas? Então, já que agora você está consciente do que não fazer na sua Pesquisa de Mercado, vamos te indicar o passo a passo para que o seu estudo vá bem. Confira o nosso artigo.

Não esqueça que também é necessário ir sempre além para realizar a melhor Pesquisa de Mercado. Esse é um estudo que precisa ser feito com todo cuidado, de forma especializada. Então, conte com a equipe A.C.E. para te auxiliar. Esses dados serão obtidos e posteriormente utilizados para guiar os líderes da sua empresa, então precisam ser captados com todo o critério e eficiência. Fale conosco! 

Fale com um consultor

Leia também